fechar
14469534_1620610138237597_8793706695299543713_n-1

O que a gente vive nos tempos da escola dura uma vida inteira…

Como uma maneira de eternizar a amizade que as une, Júlia e Laura, duas adolescentes de 16 anos, decidem tatuar uma teia dos sonhos em seus braços. A euforia pela tatuagem exclusiva, desenhada por Júlia, se esvai no dia seguinte, quando a garota recebe a notícia de que Laura havia se suicidado na noite anterior, atirando-se da janela do 13º andar.

Fechei os olhos, porque eu realmente confiava nela. Éramos completamente diferentes e totalmente iguais. Eu, com minha cabeça de velha, segundo ela, segurava Laura na realidade quando ela começava a viajar além do normal. Ao mesmo tempo, ela me fazia enxergar, por várias vezes, que pensar muito antes de tomar uma atitude nem sempre é a melhor escolha. Juntas, estávamos equilibradas.

img-20160618-wa0017

A vida de Júlia fica de cabeça para baixo. Ora tomada pela tristeza, ora pela raiva por nem desconfiar de quais teriam sido os motivos que levaram Laura a tirar a própria vida, Júlia se sente enganada – afinal, ao que tudo indicava, a amizade com Laura não era livre de segredos como ela acreditava.

Júlia embarca, então, em uma busca pelos fantasmas que invadiram a cabeça de Laura e a fizeram cometer suicídio, enquanto reflete sobre a própria vida. Em meio a esse turbilhão, a presença de Bernardo – o garoto de quem as duas amigas gostavam – expõe a dúvida sobre se o amor pode mesmo ser mais forte do que uma grande mentira.

Essa é a sinopse do livro de estreia da professora niteroiense, Karine Aragão. A Teia dos Sonhos, que tem lançamento previsto para 05 de novembro, tratará de dilemas frequentes na adolescência como depressão e amizades de maneira leve, para conversar da melhor maneira com seu público. Doutora em Cultura Contemporânea, é assumidamente apaixonada por contos de fada, Clarice Lispector, Fábio Jr. e Nicholas Sparks, e acredita que as inquietações da adolescência começam para nunca terminarem. Afinal, somos apenas adultos de 20, 30, 40 e poucos anos, tentando disfarçar, com doses falsas de estabilidade, o tormento diante de todas as incertezas da vida…

Minha mãe recentemente me falou que os problemas sempre vão existir, mas é a gente que dá a eles o tamanho que nós quisermos, a gente decide se aquele problema deve ser maior ou menor que todas as coisas boas da nossa vida. E também devemos aprender que ser feliz não significa nunca ter problemas, mas, simplesmente, ter atribuído um tamanho pequeno a eles. Você quis ficar com seu problema sozinha, e acabou dando um valor muito grande.

A obra, será lançada pela Editora Muiraquitã e já pode ser adquirida na pré-venda com 10% de desconto. Clique aqui pra comprar a sua, porque nós do Beco, já estamos aguardando ansiosamente pelo nosso exemplar porque né, vamos combinar que essa edição está linda e o conteúdo promete muito! Assim que chegar, tem primeiras impressões lá no snap, hein?

Em breve, ainda tem resenha da obra aqui no site. Vamos todos ler juntos para comentar depois e dar um abraço coletivo na autora?! \o/ E ah, galera de Niterói e região: vai ter evento de lançamento pra vocês! Corram lá, tirem muita foto e mandem pra gente, com a tag #ATeiaDosSonhos combinado? Vamos postar todas no Instagram do Beco. Vale comprar o livro e mandar foto da leitura também!

PS.: Os dados do evento estão no final do post.

#ATeiaDosSonhos na mídia
Facebook da Autora | Página do Livro | Site da Editora

14440917_1847182072184428_6990091215374027432_n
Tags : a teia dos sonhosmerchanparceriaspatrocinados
Gabu Camacho

Sobre Gabu Camacho

Team Captain e estudante de Jornalismo que lê, escreve, e se ilude com personagens fictícios desde os quatro anos. Usa coroa na rua e chapéu em casa enquanto sofre por antecipação esperando a próxima visita do carteiro. Autor de "O garoto que usava coroa na rua".