fechar
não olhe!

ATENÇÃO: Não Olhe! é o volume 2 da série Não Pare! de FML Pepper, então, se você ainda não leu o livro 1, CUIDADO! Esta resenha pode conter spoilers.

Após a disputa entre os quatro clãs no meio do deserto do Saara, Nina acorda do outro lado do portal e descobre que está em Zyrk. Cuidada por Richard, sua Morte/badboy/lindo/amor, ela é levada para o clã do resgatador, Thron, um lugar sombrio, frio e escondido no meio de um vulcão adormecido. Possuir a híbrida traz o poder ao clã e, junto com ele, glória eterna a Richard, o responsável por tal proeza. Isso, de certa forma, parte o coração de Nina que acredita ter sido usada o tempo todo como uma moeda de troca pelo trono de Thron.

Após alguns probleminhas básicos no lugar que mais parece o mundo inferior, Nina é transportada para o clã de Storm, onde é entregue aos cuidados de John. Tudo parecia resolvido já que o rei de Storm era o único interessado em manter a híbrida viva. Mas, como nem tudo são flores na vida de Nina, o rei começou a ficar meio esquisito, então, se aproveitando do interesse do resgatador John por sua pessoa, Nina o convence a levá-la para Windston, o clã de seu falecido pai e que, até onde sabe, é governado por seu avô. John trai seu pai e parte em uma missão suicida pelos lugares mais perigosos de Zyrk a fim de proteger Nina e, finalmente, levá-la para um lugar seguro.

Eles até chegam em Windstom, Nina reencontra o avô e tudo parece que vai ficar bem, maaas… o clã é muito fraco em questão de exército e, assim que a notícia de que a híbrida estava com eles se espalhou, os outros três clãs vieram atrás, principalmente Thron, o mais forte de todos. É nessa hora que Richard ressurge das cinzas para salvar Nina e poupar Windston de um massacre desleal e cruel, mas as feridas ainda não cicatrizaram e a híbrida ainda acredita que seu tão amado resgatador a entregou de mão beijada para o rei de Thron em troca do trono e uma porção de ouro.

A partir daí, John (de novo) e Nina enfrentam as paisagens mais hostis de Zyrk em direção a um portal para a segunda dimensão (Terra). Fugir de volta para casa é a única chance que Nina tem de se manter viva e salvar o clã de seu avô da destruição.

Existe vida após a morte? Bom, isso depende. Depende do que você considera ‘vida’. Depende do que a morte significa em sua vida. Para mim, dependia do fato quase incompreensível de que, para me sentir viva, tudo o que eu mais desejava era estar nos braços da minha morte. Uma morte personificada na figura de um rapaz cheio de cicatrizes, fulgurantes olhos azuis-turquesa e um rosto tão perfeito e atormentado quanto suas atitudes. Uma morte que poderia me tirar a vida com um simples sopro, porém, vil e inescrupulosa, resolveu fazer isso com requintes de crueldade, reduzindo meu coração em pedaços. – Nina.

Nesse segundo volume da série, Não Olhe! se passa dentro da terceira dimensão. Conhecemos mais sobre os perigos de Zyrk, bem como seus clãs e seus habitantes. Aos poucos, Nina vai se distanciando daquela menina ingênua que achava que seu maior problema era ter uma mãe super protetora e se conscientizando mais sobre o que significa ser uma híbrida e seu papel na história de Zyrk.

Já Richard, bem… Vamos do amor ao ódio por ele. Sentimos junto com Nina a decepção, mas, ao mesmo tempo, não queremos acreditar que ele é ruim. Bem, no fundo, sabemos que ele é um zirquiniano, mas não qualquer zirquiniano, e sim, o melhor representante da espécie. O resgatador principal de Thron, aclamado pelo seu povo, um guerreiro nato capaz de tudo para conseguir o que quer não usaria a híbrida para isso? Um zirquiniano pode se apaixonar? Ou tudo não passou de um jogo?

Junto com as cenas de aventuras pelo mundo de Zyrk e seus clãs, Não Olhe! vai bem mais fundo nas emoções humanas e zirquinianas, esse povo amaldiçoado a ser a Morte de todo um mundo e incapaz de amar.

Tags : FML Pepperlivronão olhe!não pare!NinaresenhaRichard
Fernanda Brito

Sobre Fernanda Brito

Paulista do interior vivendo o sonho da cidade grande. Estuda Tradução e sempre vai sofrer com a tal da "equivalência". Gosta de rock, pop e tudo que soar legal. Lê de tudo, mas prefere ficção, fantasia e romance. Adora assistir as adaptações dos livros e ficar comentando tudo que saiu errado.