fechar
Entrelinhas-Livro-746×446
Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer – e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração de Emma. Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander, deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração de Emma esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal. Entrelinhas é o primeiro volume da série homônima de Tammara Webber, autora que já conquistou os leitores brasileiros com livros como Easy e Breakable. Embarque em mais esta história arrebatadora, que vai deixar você querendo muito mais.

É meio chocante quando uma das suas autoras preferidas escreve um dos livros mais decepcionantes que você já leu. Acontece que nós, brasileiros, conhecemos Tammara Webber pela sua obra prima, “Easy”, um livro tão tocante, delicado e que aborda temas importantes de uma maneira ao mesmo tempo leve e impactante (a resenha de Easy você encontra aqui). “Entrelinhas” é na verdade, o primeiro romance da autora, mas foi publicado posteriormente no Brasil, e podemos ver claramente a diferença no amadurecimento da autora.

O livro nos apresenta Emma Pierce, uma jovem atriz que luta para ser reconhecida pelo seu talento. Tendo participado de pequenos filmes e alguns comerciais de TV, Emma se dedica integralmente a carreira de atriz, inclusive tendo aula com tutores ao invés de frequentar uma escola regular. Emma vive com o pai e a madrasta, pessoas que não a entendem bem e querem que ela fique famosa acima de tudo, enquanto a menina quer distância disso. Eis aqui o primeiro problema de “Entrelinhas”: Emma é uma mocinha entediante. É aquele personagem passivo e sem carisma, ficando muito improvável torcer por alguém assim. Quando Emma é contratada para protagonizar um filme hollywoodiano, sua vida vira de cabeça pra baixo.

O par romântico de Emma no filme é o galá adolescente Reid Alexander, um jovem prodígio do cinema que conquista tudo e todos. Criado em berço de ouro mas tendo uma família que não se importa muito com ele, Reid foi educado entre cenários de gravação, fugindo de paparazzis e tendo o mundo aos seus pés. Eis aqui o segundo problema do livro: a autora abusou do clichê. Ao conhecer Emma, Reid se encanta por toda a ingenuidade da garota, e resolve conquistá-la.

O que ambos não esperavam era o aparecimento de Graham, um jovem responsável, dedicado e atencioso, que também entra na batalha pelo coração de Emma. Eis aqui o terceiro problema do livro: um triângulo amoroso onde, em momento nenhum o leitor fica em dúvida para quem torcer. A pessoa certa é óbvia, mas a mocinha é muito lerda para perceber isso. Emma, um pouco traumatizada por tudo que viveu e extremamente cautelosa com a loucura do mundo da fama tenta se destacar em seu trabalho enquanto sofre as investidas de seu parceiro de elenco Reid e seu novo amigo Graham.

“Eu devia ser grata, devia me sentir sortuda – e sou grata, me sinto sortuda. Mas, mesmo que você tenha tudo que todos desejam, se não for o que você deseja, não é o ponto-final.”

Embora a história não seja diferente ou inovadora, a autora consegue nos manter lendo pela sua capacidade de escrever muito bem e produzir uma leitura fluída mesmo quando o conteúdo não tão interessante. Talvez eu esteja sendo um pouco dura com o livro, mas acredito que o componente adolescente muito forte deixou a leitura um pouco superficial. A autora poderia elaborar mais os problemas familiares, tratando temas como alcoolismo e infidelidade, mas preferiu dar foco aos dramas adolescentes e o mundo da fama.

O final é uma das melhores partes da leitura e deixa o gancho para a continuação. “Entrelinhas” é uma série com mais três livros: “Onde você está” já publicado no Brasil e em breve aqui no Beco, “Good For You” e “Here Without You” ainda sem data de lançamento.

O livro é narrado em primeira pessoa, se dividindo entre os pontos de vista dos personagens, com a separação bem identificada, o que é ótimo para a leitura. Com relação a edição, a capa mantém o padrão da americana, folhas amarelas (<3), parágrafo e fonte agradáveis.

“As pessoas estão certas quando dizem que o tempo cura as feridas. Mas as cicatrizes estarão sempre lá, esperando alguma coisa cutuca-las.”

 

Tags : Between the lineseasyEntrelinhasromancetammara webberyoung adult
Rafaela Donadone

Sobre Rafaela Donadone

Rafaela Donadone tem 24 anos e divide seu tempo entre suas paixões por séries e livros. Nas horas vagas faz Medicina, na esperança que um dia sua vida se torne um episódio de Greys Anatomy.