fechar
MasterchefBR

No último episódio de Masterchef BR (25/04) tivemos mais uma prova em grupo. O tema, dessa vez, era comida de avião. Os participantes foram divididos em grupos de três ou duas pessoas e deveriam criar um menu com entrada, prato principal e sobremesa. O menu vencedor será servido na classe business da companhia Azul.

O trio formado por Valter, Deborah e Taíse se saiu bem no desafio, apesar de alguns defeitos na sobremesa. Mas o verdadeiro destaque positivo da prova foi a equipe formada por Vitor B., Ana Luiza e Nayane, servindo três pratos de qualidade. Os três foram os únicos a subir ao mezanino.

Todos os outros participantes foram para a prova de eliminação, na qual tiveram que preparar dois bowls de lámem tradicional japonês em apenas 45 minutos. Para ajudar os competidores, que estavam em sua maioria desesperados, dois chefs especialistas, Margarida Haraguchi e Sérgio Ouba, foram convidados para dar uma aula – o que ajudou, mas não amenizou o clima entre os cozinheiros. Abel, Yuko e Vitor V. (que mora na China e tem um filho japonês) sentiam-se mais a vontade, mas por terem mais familiaridade com a culinária oriental, sentiam uma pressão maior para preparar um prato de qualidade.

O clima foi tenso até o último segundo, mas todos conseguiram terminar a prova. Menos Abel, que só entregou um dos pratos e, por isso, perdeu o direito de ter a receita provada pelos chefs convidados.

Os cinco melhores escolhidos pelos especialistas foram Yuko, Deborah, Valter, Aderlize e Douglas. Mas o melhor prato mesmo foi servido pela Deborah. Os cinco subiram ao mezanino, cabendo aos três jurados decidir quem deixaria a competição.

Caroline, por exemplo, chegou aos chefs dizendo que seu lámen estavam “lámen-tável” (tu dum ts), mas no fim recebeu elogios.

Vitor V., que no começo estava super animado com a prova, não ficou entre os 5 melhores mas fez um bom prato, a não ser pelo porco cozido que devido à falta de tempo ficou um pouco duro.

Os três piores lámens foram os de Taíse, Fabrizio e Michele, que receberam muitas críticas. Acontece que, apesar de serem pratos horríveis, cumpriram as regras.

Quem saiu foi Abel, que apesar de fazer um prato saboroso, fez apenas um. Foi como no caso da última temporada, quando a Gabi saiu por não ter cumprido todas as regras na prova do macaron. Muitos participantes ficaram tristes com a saída do paraguaio, mas ele entendeu e concordou com a decisão:

Veremos quais provas malucas nos aguardam na semana que vem. Até lá!

Tags : BandfeaturedMasterChefBR
Karina Constancio Sanitá

Sobre Karina Constancio Sanitá

Araraquarense, quase cientista social.

Responder