fechar
Institucional – Belo Horizonte – Minas GeraisBienal do Livro – BHPalestra e tarde de autografos com Isabela Freitas Foto: Uarlen Valerio/ Ligth Press 20160416

Se o assunto é desapegar de coisas ruins na sua vida, com certeza temos um exemplo e tanto a seguir: Isabela Freitas. A autora de 23 anos, vendeu mais de 80 mil livros em três meses. O assunto? Desapego e desilusão. Não importa o quão doloroso isso seja.

Isabela, que também cultiva um blog na internet, sempre sonhou em ser escritora, e conseguiu tal proeza através dele. Hoje, milhares de jovens seguem a moça nas redes sociais, que escreve seu terceiro livro, ainda sem título divulgado.

Começou com Não se apega, não, que fala da vida da Isabela – protagonista que leva seu nome -, vivendo a vida após o término de um relacionamento tóxico. A obra saiu em 2014 e virou best-seller no mesmo ano, ganhando inclusive, uma série dentro do Fantástico, na Globo.

Pensando assim, ela nem parece gente como a gente. Mas é. A Bebela, como os fãs a chamam, trancou sua faculdade de Direito no oitavo período, em Juiz de Fora, para seguir seus sonhos, de ser escritora e dar atenção ao seu blog na internet, que hoje, já soma mais de 130 milhões de visualizações , com 247 mil seguidores no Twitter. Eles adoram saber detalhes da vida pessoal da autora. E também adoram o teor motivacional dos posts, atributo que a jovem sabidamente transporta para livro.

“O ‘Não se apega, não” tem o lado ficção, e tem o lado autoajuda. Dei uma mesclada nos dois, e esperei para ver a reação do público. Eles gostaram! E pediram por mais!”, explicou ao em entrevista ao G1.

E eles tiveram mais: no ano passado, na Bienal do Rio de Janeiro, Isabela lançou o segundo livro: Não se iluda, não, que continua a trama da sua protagonista xará, agora aprendendo a esquivar das ilusões que o romance pode desencadear. Nesse livro, a autora explorou mais o potencial das personagens que seu lado autoajuda. E cada vez mais, os leitores se apaixonam por Isabela Freitas, que agora pretende cursar Jornalismo, e se mudou para São Paulo. Uma carreira em ascensão, é uma carreira em ascensão, amigos!

O terceiro livro, não vai ser lançado na Bienal, infelizmente, já que a autora quer ter mais tempo para finalizá-lo. Parece que teremos uma obra bem maior que as duas primeiras, mesclando autoajuda e desenvolvimento dos personagens, na mesma dosagem. E parece que sua estreia será em novembro. Eu ouvi um amém, irmãos? Vem ver o vídeo que ela explica tudo sobre o tão esperado desfecho:

Mas calma, que a autora ainda vem nos ver em São Paulo, no dia 30 de agosto, às 11h, na Arena Cultural. Infelizmente, as senhas para autógrafo já se esgotaram. Será que podemos cultivar nossas esperanças para mais senhas? De qualquer forma, ainda podemos assistir a sua palestra, independente de sessão de autógrafo ou de senha. É só correr.

Nós do Beco Literário, já lemos ambos os livros e resenhamos no site. Dá uma lida: Não se apega, não | Não se iluda, não

Tags : beco na bienalBienal do Livroisabela freitas
Gabu Camacho

Sobre Gabu Camacho

Team Captain e estudante de Jornalismo que lê, escreve, e se ilude com personagens fictícios desde os quatro anos. Usa coroa na rua e chapéu em casa enquanto sofre por antecipação esperando a próxima visita do carteiro. Autor de "O garoto que usava coroa na rua".